Rewind

sábado, 5 de fevereiro de 2011

boca.

Como se tivessem boca
Os dias que nascem na janela
frente ao mar
Querer beijá-los
Como à memória de areia do teu corpo
E estender-lhe os braços
Como fazem as ondas lá no fundo
Como se tivessem boca
E fosse o teu sorriso tão amplo e luminoso
Como esta manhã de sol
E juntos vivêssemos mais um dia
Como se tivessem boca
Os dias que deslizam na janela assim aberta
E fosse essa boca a tua
Mar de desejo e de acalmia
Descanso da espuma nas enseadas da saudade
Que o desejo fez grande para ti.
RPM.
Enviar um comentário