Rewind

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

de ti|

A noite recomeça em teu nome o doce sono do tempo
E as ruas são dunas de silêncio em que teu corpo se emudece
Às tuas mãos o medo morre inteiro e cessa o desalento
Como um lento florir que então comece

RM
Enviar um comentário