Rewind

domingo, 16 de janeiro de 2011

luz.

O Sol a derreter as horas
Como num longo sono
O ar quieto contigo
A prometer-me a noite
Com uma luz caindo nos contornos
Do teu sorriso.
O rumor distante do mundo
E sempre as tuas mãos
A segurar vencido
O meu coração
O Sol que se apaga
E os contornos do teu desejo
Bordados com a linha do teu respirar
Perto de mim.
Os dias somam-se e quem segue
Somos nós.
Com o nome um do outro escrito
Nas pulsações de um dia de luz.
Ricardo Pinto Mesquita
Enviar um comentário