Rewind

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

desejo|

Não sei que faria sem ela
E sem seu ventre de vento todo ardendo
Não sei quem viria à janela
Para ficar na minha boca sempre lendo
Que um céu de infinito se revela

RM
Enviar um comentário