Rewind

quarta-feira, 29 de maio de 2013

numa noite|

Numa noite alta de luar
O mar eram só rosas e perfume
Tudo sereno na noite a terminar
E dois corpos ardendo no negrume

Numa noite funda de calor
O chão era deserto de gente e de vida
Tudo suspenso na noite a respirar
E dois corpos num tempo sem medida

Numa noite funda de saudade
O caminho era de fogo e de loucura
Tudo amor sincero e sem vaidade
Como um lençol de luz e de doçura

RM 

Enviar um comentário