Rewind

sexta-feira, 17 de maio de 2013

o silêncio, na esquina|

É o silêncio quem te espera na esquina
E ao teu nome que o beije com vontade
Essa vontade louca e repentina
Como um lençol de luz sobre a cidade

É o silêncio quem te espera na esquina
Para demorar os olhos na tua sombra agitada
Esse desenho esguio de menina
Esse travo de mulher apaixonada

É o silêncio quem te espera na esquina
Lendo em teus dedos os beijos como sinais
Como suspiros dessa tarde que termina
E em que somos imortais
RM
Enviar um comentário