Rewind

segunda-feira, 17 de junho de 2013

na distância|

Secam-te as palavras na distância
E o que querias eram beijos cravados na pele com a alvorada
Era esse desalinho, essa ânsia
Em linhas de saliva revelada

Secam-te as palavras na distância
E o que querias eram passos dos corpos juntos na estrada
Era esse desatino, essa infância
Nos olhos para sempre demorada

Secam-te as palavras na distância
E o que querias era essa loucura desgarrada
Era esse tudo, essa abundância
No peito para sempre assim bordada

RM  
Enviar um comentário