Rewind

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Mãe,

O tempo diz que não te amo
Porque o meu amor não dança na sombra dos ponteiros
E é todo feito dessa valsa do sangue e do sonho
E quando o tempo te disser, minha mãe, que te não amo
Lembra-lhe somente que é a lenha dos teus braços que nunca é pouca
Para queimar a urgência com que meu peito te chama
No escuro de todas as noites e caminhos

RM
Enviar um comentário