Rewind

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Com o que me deste se um dia que ainda não sei, te achares longe - longe dos olhos e deste caminho, sonhar-te-ei num futuro onde caberão os meus sonhos e os teus. Mesmo que não os sonhemos em conjunto. Porque dos sonhos bons, não queremos nunca acordar.
Enviar um comentário