Rewind

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Avô,

Sonho que voltas
E que pela tua mão o verde tenro do chão se chama casa

Sonho que voltas
E que meu coração já não se cansa nas esperas

Sonho que voltas
E que rindo me escondo contigo no jardim

Sonho que voltas
Para trazer na luz o lado mais feliz que houve em mim

RM  
Enviar um comentário