Rewind

sábado, 7 de dezembro de 2013

Avô,

Tudo na luz me lembra o princípio
E na paisagem não há longe que os olhos não abracem

Tudo no chão me lembra dos passos
Por mais sombras que nele passem

Tudo no sangue chama por ti
E nas ruas dentro de mim não vou sozinho

Tudo na luz me lembra o princípio
E de ti como tecto da parede do caminho.

RM
Enviar um comentário