Rewind

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Mãe,

Quem te chamou fui eu
Como se corresse livre no verde da paisagem
Quem te escolheu fui eu
Para ser no mundo a luz de cada imagem

Quem te viu sempre em todas as flores fui eu
Como se teu rosto fosse da vida eterno mar
Quem te escutou fui eu
Para a cada palavra, enfim, saber amar

Quem te alcançou fui eu
Como se um beijo fosse tudo o que queria
Quem te abraçou fui eu
Para nascer da noite um alto dia

Quem te decorou fui eu
Como se na vida tudo viesse já tarde
Quem te salvou fui eu
Nas memórias compridas que o peito guarde

RM

Enviar um comentário