Rewind

segunda-feira, 29 de abril de 2013

demora os lábios|

Demora os lábios em cada sílaba do meu nome
E ama também com os dentes como se toda a saliva não bastasse
Para dizer amor
Demora os lábios em cada sílaba do meu nome
E finta a saudade com o sabor das memórias que te chegam
Enquanto meus passos vão todos no teu caminho
Demora os lábios em cada sílaba do meu nome
E que o que digas não seja apenas o meu nome
Mas antes a verdade inteira do amor
Em que todas as sílabas são tónicas e mesmo assim
Tudo é pouco e nada basta
Para dizer amor

RM 
Enviar um comentário