Rewind

quinta-feira, 18 de abril de 2013

sucessão|

Na sucessão dos dias
Procuro teu rosto como num corredor de janelas
E desejo que espreites para iluminar
As flores que sorriem entre o ferro da varanda

Na sucessão das chuvas
Procuro teus beijos como um rumor de cidade que entardece
E desejo que chegues para cumprir
A promessa que o teu corpo deixou no colo dos meus dedos

Na sucessão das noites
Procuro tuas palavras como uma maré que mate a sede
E desejo que venhas para repousar
Teus olhos na imagem do meu corpo junto a ti.

RM


Enviar um comentário